Tecnologia CO. de Shenzhen Wisdomlong, LTD

 

Serviço duro e melhor do trabalho para você!

Casa
Produtos
Sobre nós
Excursão da fábrica
Controle da qualidade
Contacte-nos
Pedir um orçamento
Casa Produtosindustrial servo-motor

Motor-C.A. elétrica SGMP-15A3A4EPU servo 3000RMP do servo motor 4.77N.m de Yaskawa

Entrega magnífica um grande produto, uma comunicação perfeita também!! A++++

—— Carlos

Grande negócio. Transporte rápido e bom serviço. Recomendado!!!!!!!!!

—— gita

Estou Chat Online Agora

Motor-C.A. elétrica SGMP-15A3A4EPU servo 3000RMP do servo motor 4.77N.m de Yaskawa

Imagem Grande :  Motor-C.A. elétrica SGMP-15A3A4EPU servo 3000RMP do servo motor 4.77N.m de Yaskawa

Detalhes do produto:

Lugar de origem: Japão
Marca: Yaskawa
Número do modelo: SGMP-15A3A4EPU

Condições de Pagamento e Envio:

Quantidade de ordem mínima: 1
Preço: negotiable
Detalhes da embalagem: NOVO na caixa original
Tempo de entrega: 2-3 dias do trabalho
Termos de pagamento: T / T, Western Union
Habilidade da fonte: 100
Descrição de produto detalhada
marca: YASKAWA modelo: SGMP-15A3A4EPU
Lugar de origem: Japão Tipo: AC servo-motor
Poder: 750W Volatge: 200V
Atual: 7.5A INS: b
Realçar:

ewing machine servo motor

,

electric servo motor

Motor-C.A. elétrica SGMP-15A3A4EPU servo 3000RMP do servo motor 4.77N.m de Yaskawa
 
 
 
 

Detalhes rápidos

Lugar de origem:

Japão, Japão

Marca:

Yaskawa 

Número de modelo:

SGMP-15A3A4EPU

Uso:

Bicicleta elétrica

Certificação:

UL

Tipo:

Servo motor, servo motor

Construção:

Ímã permanente

Comutação:

Escova

Proteja a característica:

Gotejamento-prova

Velocidade (RPM):

3000RMP

Corrente contínua (A):

7.5A

Eficiência:

IE 1

Tipo:

WTL

Modelo:

SGMP-15A3A4EPU

Poder:

750W

Tensão:

200V

Corrente:

7.5A

Opções:

Com freio

Série:

SGMP

 


 
 


 
 

 

 
 
 
OUTROS PRODUTOS SUPERIORES

Motor de Yasakawa, SG do motorista Motor HC- de Mitsubishi, HA
Módulos 1C- de Westinghouse, 5X- Emerson VE, KJ
Honeywell TC, TK Módulos IC de GE -
Motor A0- de Fanuc Transmissor EJA- de Yokogawa
 
 
Pessoa de contato: Anna
E-mail: wisdomlongkeji@163.com
Telefone celular: +0086-13534205279
 

 
 
 


 
PRODUTOS SIMILARES

Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-01U312 SGMP01U312
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-01U314CM SGMP01U314CM
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-01U314EM SGMP01U314EM
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-01U314M SGMP01U314M
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-01U3AP08 SGMP01U3AP08
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-01U3G46 SGMP01U3G46
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-01U3S SGMP01U3S
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02A312 SGMP02A312
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02A314 SGMP02A314
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02A3G26C SGMP02A3G26C
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02A3HA12 SGMP02A3HA12
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02A3TE21 SGMP02A3TE21
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02A3TE33 SGMP02A3TE33
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02A8YR11 SGMP02A8YR11
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02A8YR21 SGMP02A8YR21
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02AW12 SGMP02AW12
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02AW14 SGMP02AW14
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02AW16 SGMP02AW16
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02AW16CM SGMP02AW16CM
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02AW16S SGMP02AW16S
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02Awg16b SGMP02Awg16b
Yaskawa de SGMP-02AWYR11 SGMP02AWYR11 2AMP 200W 200V
Yaskawa de SGMP-02AWYR12 SGMP02AWYR12 2AMP 200V 200W 3000RPM 0.637NM
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02AXSWX SGMP02AXSWX
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02B312 SGMP02B312
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02B314 SGMP02B314
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02B3G36 SGMP02B3G36
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02B3J22 SGMP02B3J22
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02BW12C SGMP02BW12C
Yaskawa da C.A. 200W 200VAC 2.0AMP de SGMP-02U314CM SGMP02U314CM
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02U314M SGMP02U314M
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02U3YA11 SGMP02U3YA11
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02V312B SGMP02V312B
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02V314T SGMP02V314T
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-03B312 SGMP03B312
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-03B314 SGMP03B314
Yaskawa de SGMP-03L314M SGMP03L314M 100V 300W
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04A312 SGMP04A312
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04A314 SGMP04A314
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04A3A4 SGMP04A3A4
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04A3G32 SGMP04A3G32
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04A3G40 SGMP04A3G40
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04A3NA11 SGMP04A3NA11
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04A3TE31 SGMP04A3TE31
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04A3TE32 SGMP04A3TE32
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04A3TE41 SGMP04A3TE41
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04A3TE81 SGMP04A3TE81
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04AW12 SGMP04AW12
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04AW160 SGMP04AW160
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04AW16S SGMP04AW16S
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04AWG10 SGMP04AWG10
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04AWYR52 SGMP04AWYR52
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04AWYR62 SGMP04AWYR62
Yaskawa do MOTOR de SGMP-04U314CM SGMP04U314CM 200VSERVO
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04U314M SGMP04U314M
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04U314SPT SGMP04U314SPT
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04U316C SGMP04U316C
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04U3AP10 SGMP04U3AP10
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04UW14 SGMP04UW14
Yaskawa de SGMP-04UW16CM SGMP04UW16CM 400W 200V 2.6AMP
Yaskawa de SGMP-04V314T SGMP04V314T 200VAC 400W
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04V314T#ZL02 SGMP04V314T#ZL02
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04V316CT SGMP04V316CT
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04-V316CT SGMP04V316CT
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04V3D14T SGMP04V3D14T
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04V3YG11 SGMP04V3YG11
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A312 SGMP08A312
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A312b SGMP08A312b
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A314 SGMP08A314
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A314B SGMP08A314B
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A314C SGMP08A314C
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A314S SGMP08A314S
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A3G32 SGMP08A3G32
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A3te11 SGMP08A3te11
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A3TE12 SGMP08A3TE12
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A3TE21 SGMP08A3TE21
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A3TE22 SGMP08A3TE22
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A3TE31 SGMP08A3TE31
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08A3TE51 SGMP08A3TE51
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08AW12 SGMP08AW12
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08AW14 SGMP08AW14
Yaskawa da C.A. 750W 200V 4.1AMP de SGMP-08AW16DP SGMP08AW16DP
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08AWG10 SGMP08AWG10
Yaskawa da C.A. 200V 750W 4.1AMP 3000RPM de SGMP-08AWHG22 SGMP08AWHG22
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08AWYR11 SGMP08AWYR11
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08AWYR12 SGMP08AWYR12
Yaskawa de SGMP-08AWYR32 SGMP08AWYR32 4.1AMP 750W 200V
Yaskawa de SGMP-08AWYR33 SGMP08AWYR33 4.2A 200V 3000RPM 750W 2.39NM
Yaskawa do PADRÃO do EN do CUBO 1.01HP 200V de SGMP-08AWYR41 SGMP08AWYR41
Yaskawa do MOTOR de SGMP-08AWYR42 SGMP08AWYR42SERVO
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08TE31 SGMP08TE31
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08U314M SGMP08U314M
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08Wyr12 SGMP08Wyr12
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-08WYR33 SGMP08WYR33
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-15A312 SGMP15A312
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-15A314 SGMP15A314
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-15A314M SGMP15A314M
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-15A3A4EPU SGMP15A3A4EPU
Yaskawa de SGMP-15A3G26BM SGMP15A3G26BM 7.5AMP 1500W 200V
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-15A3G26M SGMP15A3G26M
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-15A3NT11 SGMP15A3NT11
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-15AW12SP SGMP15AW12SP
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-15AWG12M SGMP15AWG12M
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-15AWHG11 SGMP15AWHG11
Yaskawa de SGMP-15AWYR11 SGMP15AWYR11 1.5KW 200V 7.5AMP 4.77NM
Yaskawa da C.A. 3KRPM 1500W 200V 7.5AMP de SGMP-15AWYR12 SGMP15AWYR12
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-15U314 SGMP15U314
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-15V316C SGMP15V316C
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-A8A3TA11 SGMPA8A3TA11
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-A8BW14B SGMPA8BW14B
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-O1AWA4SPU SGMPO1AWA4SPU
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-O2UW14M SGMPO2UW14M
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-U20314M SGMPU20314M
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-02W3026 SGMP02W3026
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04AWYR31 SGMP04AWYR31
Yaskawa do SERVO MOTOR de SGMP-04AWYR32 SGMP04AWYR32

 

Motores bondes e geradores

Os motores bondes, os geradores, os alternadores e os altifalante são explicados usando animações e diagramas esquemáticos.
Esta é uma página de Physclips, uma introdução do recurso dos multimédios do multi-nível à física (transfira as animações nesta página).

 

Os diagramas esquemáticos mostrados aqui são idealizados, para fazer os princípios óbvios. Por exemplo, a animação no direito tem apenas um laço do fio, nenhuns rolamentos e uma geometria muito simples. Os motores reais usam os mesmos princípios, mas sua geometria é geralmente complicada. Se você já compreende os princípios básicos dos vários tipos de motores, você pode querer ir em linha reta aos casos mais complexos e mais suteis descritos em como os motores bondes reais funcionam, pelo prof. John Andar.

 

Motores da C.C.

Um motor simples da C.C. tem uma bobina do fio que possa girar em um campo magnético. A corrente na bobina é fornecida através de duas escovas que fazem contato movente com um anel rachado. A bobina encontra-se em um campo magnético constante. As forças exercidas nos fios atual-levando criam um torque na bobina.

 

A força F em um fio do comprimento L que leva uma corrente eu em um campo magnético B sou tempos do iLB o seno do ângulo entre B e i, que seriam 90° se o campo era uniformemente vertical. O sentido de F vem do rule* do assistente, como mostrado aqui. As duas forças mostradas aqui são iguais e opostas, mas são deslocadas verticalmente, assim que exercem um torque. (As forças em outros dois lados da bobina atuam ao longo da mesma linha e assim que não exerça nenhum torque.)
  • * um número de nmemonics diferente é usado para recordar o sentido da força. Alguns usam o assistente, alguns a esquerda. Para os estudantes que conhecem a multiplicação do vetor, é fácil de usar a força de Lorentz diretamente: F = q v X B, donde F = i dL x B. Aquela é a origem do diagrama mostrado aqui.
A bobina pode igualmente ser considerada como um dipolo magnético, ou um eletroímã pequeno, como indicado pelo SN da seta: ondule os dedos de seu assistente na direção da corrente, e seu polegar é o Polo Norte. No esboço no direito, o eletroímã formado pela bobina do rotor é representado como um ímã permanente, e o mesmo torque (o norte atrai o sul) é considerado para ser que atuando para alinhar o ímã central.
  • Durante todo, nós usamos o azul para o Polo Norte e o vermelho para o sul. Esta é apenas uma convenção para fazer o espaço livre da orientação: não há nenhuma diferença no material em uma ou outra extremidade do ímã, e não são pintados geralmente uma cor diferente.

Note o efeito das escovas no anel rachado. Quando o plano da bobina de gerencio alcança horizontal, as escovas contato de ruptura (é perdido não muito, porque este é o ponto do torque zero de qualquer maneira – as forças atuam para dentro). O impulso angular da bobina leva-a após este ponto de quebra e a corrente a seguir flui no sentido oposto, que inverte o dipolo magnético. Assim, após ter passado o ponto de quebra, o rotor continua a girar no sentido contrário às agulhas do relógio e começa alinhar no sentido oposto. No seguinte texto, eu usarei pela maior parte ‘torque a imagem em um ímã’, mas esteja ciente que o uso das escovas ou da corrente da C.A. pode causar os polos do eletroímã na pergunta à posição da troca quando a corrente muda o sentido.

O torque gerado sobre um ciclo varia com a separação vertical das duas forças. Depende consequentemente do seno do ângulo entre a linha central da bobina e o campo. Contudo, devido ao anel rachado, está sempre no mesmo sentido. A animação abaixo mostra sua variação a tempo, e você pode pará-la em toda a fase e verificar o sentido aplicando a regra do assistente.
 

Motores e geradores

Agora um motor da C.C. é igualmente um gerador da C.C. Tenha um olhar na animação seguinte. A bobina, o anel rachado, as escovas e o ímã são exatamente o mesmo hardware que o motor acima, mas a bobina está sendo girada, que gera um emf.

 

Se você usa a energia mecânica para girar a bobina (N gerencie, a área A) no ω uniforme da velocidade angular no campo magnético B, ele produzirá um emf sinusoidal na bobina. emf (um emf ou uma força eletromotor são quase a mesma coisa que uma tensão). Deixe o θ ser o ângulo entre B e o normal à bobina, assim que o φ do fluxo magnético é θ de NAB.cos. A lei de Faraday dá:

  • emf = − dφ/dt = − (d/dt) (θ de NBA cos)

    = θ do pecado de NBA (dθ/dt) = ωt do pecado de NBAω.

A animação acima seria chamada um gerador da C.C. Como no motor da C.C., as extremidades da bobina conectam a um anel rachado, cujas as duas metades sejam contactadas pelas escovas. Note que as escovas e o anel rachado ‘retificam’ o emf produzido: os contatos são organizados de modo que a corrente flua sempre no mesmo sentido, porque quando a bobina gerencie após o ponto inoperante, aonde as escovas encontra a diferença no anel, as conexões entre as extremidades da bobina e os terminais externos são invertidos. O emf aqui (negligenciando o ponto inoperante, que acontece convenientemente nos volts zero) é |Ωt do pecado de NBAω|, como esboçado.

 

Um alternador

Se nós queremos a C.A., nós não precisamos o recification, assim que nós não precisamos anéis rachados. (Esta é boa notícia, porque a causa rachada dos anéis acende, ozônio, a interferência de rádio e desgaste extra. Se você quer a C.C., é frequentemente melhor usar um alternador e retificá-lo com diodos.)

Na animação seguinte, as duas escovas contactam dois anéis contínuos, assim que os dois terminais externos são conectados sempre às mesmas extremidades da bobina. O resultado é o emf unrectified, sinusoidal dado pelo ωt do pecado de NBAω, que é mostrado na animação seguinte.

 

 

Este é um gerador de C.A. As vantagens de geradores da C.A. e da C.C. são comparadas em uma seção abaixo. Nós vimos acima que um motor da C.C. é igualmente um gerador da C.C. Similarmente, um alternador é igualmente um motor de C.A. Contudo, é um pouco inflexível. (Veja como os motores bondes reais funcionam para mais detalhes.)

 

Suporte o emf

Agora, como as primeiras duas animações mostram, os motores da C.C. e os geradores podem ser a mesma coisa. Por exemplo, os motores dos trens transformam-se geradores quando o trem está retardando: convertem a energia cinética na energia elétrica e põem o poder de novo na grade. Recentemente, alguns fabricantes começaram a fazer carros de motor racionalmente. Em tais carros, os motores bondes usados para conduzir o carro estão usados igualmente para carregar as baterias quando o carro é parado - está chamado travagem regenerativa.

Está tão aqui um corolário interessante. Cada motor é um gerador. Isto é verdadeiro, de um certo modo, mesmo quando funciona como um motor. O emf que um motor gera é chamado o emf traseiro. O emf traseiro aumenta com a velocidade, devido à lei de Faraday. Assim, se o motor não tem nenhuma carga, gerencie muito rapidamente e acelera até o emf traseiro, mais a queda de tensão devido às perdas, igual a tensão de fonte. O emf traseiro pode ser pensado como de um ‘regulador’: para o motor que gerencie infinitamente rapidamente (físicos desse modo de salvamento algum embaraço). Quando o motor é carregado, a seguir a fase da tensão torna-se mais perto daquela da corrente (ele começa olhar resistive) e esta resistência aparente dá uma tensão. Assim o emf traseiro exigido é menor, e as voltas do motor mais lentamente. (Para adicionar o emf traseiro, que é indutivo, ao componente resistive, você precisa de adicionar as tensões que se realizam fora da fase. Veja circuitos da C.A.)

As bobinas têm geralmente núcleos

Na prática, (e ao contrário dos diagramas que nós tiramos), geradores e motores da C.C. tenha frequentemente um núcleo alto da permeabilidade dentro da bobina, de modo que os grandes campo magnèticos sejam produzidos por correntes modestas. Isto é mostrado na esquerda na figura abaixo em qual os estatores (os ímãs quais são estacionários) são ímãs permanentes.

 

 

Motores ‘universais’

Os ímãs do estator, também, poderiam ser feitos como eletroímãs, como é mostrado acima no direito. Os dois estatores são enrolados no mesmo sentido para dar um campo no mesmo sentido e no rotor tem um campo que inverta duas vezes pelo ciclo porque é conectado às escovas, que são omitidas aqui. Uma vantagem de ter enrolado estatores em um motor é que um pode fazer um motor que corra na C.A. ou na C.C., um motor universal assim chamado. Quando você conduz tal motor com C.A., a corrente na bobina muda duas vezes em cada ciclo (além do que mudanças das escovas), mas na polaridade das mudanças dos estatores ao mesmo tempo, assim que estas mudanças cancelam para fora. (Infelizmente, contudo, há ainda escovas, mesmo que eu os escondesse neste esboço.) Para vantagens e desvantagens do ímã permanente contra estatores sem fôlego, veja abaixo. Igualmente veja mais nos motores universais.

 

Construa um motor simples

Para construir este motor simples mas estranho, você precisa dois ímãs razoavelmente fortes (os ímãs da terra rara aproximadamente o diâmetro de 10 milímetros seriam finos, como os ímãs de barra maiores), algum fio de cobre duro (pelo menos 50 cm), dois fios com os grampos do crocodilo em uma ou outra extremidade, bateria da lanterna de seis volts, duas latas do refresco, dois blocos de madeira, alguma fita pegajosa e um prego afiado.

 

Faça a bobina fora do fio de cobre duro, assim que não precisa nenhum apoio externo. As voltas do vento 5 a 20 em um círculo aproximadamente 20 milímetros no diâmetro, e têm o ponto de duas extremidades radialmente para fora em sentidos opostos. Estas extremidades serão o eixo e os contatos. Se o fio tem a isolação da laca ou do plástico, descasque-a nas extremidades.

 

Os apoios para o eixo podem ser feitos do alumínio, de modo que façam o contato bonde. Por exemplo pique furos em umas latas de um refresco com um prego como mostrado. Posicione os dois ímãs, norte ao sul, de modo que o campo magnético passe através da bobina perpendicularmente aos eixos. Grave ou cole os ímãs nos blocos de madeira (não mostrados no diagrama) para mantê-los na altura direita, a seguir mova os blocos para pô-los em posição, um pouco perto da bobina. Gire a bobina inicialmente de modo que o fluxo magnético através da bobina seja zero, segundo as indicações do diagrama.

Obtenha agora uma bateria, e dois fios com crocodilo grampeiam. Conecte os dois terminais da bateria aos dois apoios do metal para a bobina e deve girar.

Note que este motor tem pelo menos um ‘ponto inoperante’: Para frequentemente na posição onde não há nenhum torque na bobina. Não o deixe sobre demasiado longo: aplainará a bateria rapidamente.

O número o melhor de voltas na bobina depende da resistência interna da bateria, a qualidade do apoio contacta e o tipo de fio, assim que você deve experimentar com os valores diferentes.

Como mencionado acima, este é igualmente um gerador, mas é muito incapaz. Para fazer um emf maior, use mais voltas (você pode precisar de usar um fio mais fino e um quadro em cima de que para os enrolar.) Você poderia usar por exemplo uma broca elétrica para girá-la rapidamente, segundo as indicações do esboço acima. Use um osciloscópio para olhar o emf gerado. É C.A. ou C.C.?

Este motor não tem nenhum anel rachado, assim que porque trabalha na C.C.? Posto simplesmente, se era exatamente simétrico, não trabalharia. Contudo, se a corrente está levemente menos em um meio de ciclo do que o outro, a seguir o torque médio não seja zero e, porque gerencie razoavelmente rapidamente, o impulso angular adquirido durante o meio ciclo com maior corrente leva-a através do meio ciclo quando o torque está no sentido oposto. Pelo menos dois efeitos podem causar uma assimetria. Mesmo se os fios são descascados perfeitamente e os fios limpos, a resistência de contato é pouco suscetível de ser exatamente igual, mesmo em repouso. Também, a rotação própria faz com que o contato seja intermitente assim, se há uns saltos mais longos durante uma fase, esta assimetria é suficiente. Em princípio, você poderia parcialmente descascar os fios de tal maneira que a corrente seria zera dentro um meio de ciclo.

 

Um relisation alternativo do motor simples, por James Taylor.

Um motor mesmo mais simples (um que seja igualmente muito mais simples compreender!) é o motor homopolar.

 

 

Motores de C.A.

Com correntes da C.A., nós podemos inverter sentidos do campo sem ter que usar escovas. Esta é boa notícia, porque nós podemos evitar formar arcos, a produção do ozônio e a perda ôhmica de energia que escova pode envolver. Mais, porque as escovas fazem o contato entre superfícies móveis, gastam.

A primeira coisa a fazer em um motor de C.A. é criar um campo de gerencio. a C.A. ‘ordinária’ de um soquete de 2 ou 3 pinos é C.A. da fase monofásica--tem uma única diferença potencial sinusoidaa gerada entre somente dois fios--o active e o ponto morto. (Nota que o fio de terra não leva uma corrente exceto no caso de falhas elétricas.) Com C.A. da fase monofásica, uma pode produzir um campo de gerencio gerando duas correntes que se realizam fora da fase usando por exemplo um capacitor. No exemplo mostrado, as duas correntes são 90° da fase, assim que o componente vertical do campo magnético é sinusoidal, quando o horizontal for cosusoidal, como mostrado. Isto dá um campo que gerencie no sentido anti-horário.

(* eu fui pedido para explicar este: da teoria simples da C.A., nem as bobinas nem os capacitores têm a tensão na fase com a corrente. Em um capacitor, a tensão é um máximo quando a carga terminou o fluxo no capacitor, e está a ponto de começar fluir fora. Assim a tensão é atrás da corrente. Em uma bobina puramente indutiva, a queda de tensão é a grande quando a corrente está mudando o mais rapidamente, que é igualmente quando a corrente é zero. A tensão (gota) é antes da corrente. Em bobinas do motor, o ângulo de fase é um pouco menos do ¡ 90, porque a energia elétrica está sendo convertida à energia mecânica.)

 

Nesta animação, os gráficos mostram a variação a tempo das correntes nas bobinas verticais e horizontais. O lote dos componentes Bx e Bydo campo mostra que a soma de vetor destes dois campos é um campo de gerencio. A imagem principal mostra o campo de gerencio. Igualmente mostra a polaridade dos ímãs: como acima, o azul representa um Polo Norte e um vermelho um polo sul.

Se nós pomos um ímã permanente nesta área do campo de gerencio, ou se nós pomos em uma bobina cuja a corrente corra sempre no mesmo sentido, a seguir este transforma-se um motor síncrono. Sob uma vasta gama de circunstâncias, o motor girará na velocidade do campo magnético. Se nós temos muitos estatores, em vez apenas dos dois pares mostrados aqui, a seguir dos nós poderia considerá-lo como um motor deslizante: cada pulso move o rotor sobre para os pares seguintes de polos atuados. Recorde por favor meu aviso sobre a geometria idealizada: os motores deslizantes reais têm dúzias dos polos e de geometria bastante complicadas!

 

 

Motores de indução

Agora, desde que nós temos um momento que varia o campo magnético, nós podemos usar o emf induzido em uma bobina – ou mesmo apenas nas correntes parasitas em um condutor – para fazer ao rotor um ímã. Isso é direito, uma vez que você tem um campo magnético de gerencio, você pode apenas pôr em um condutor e gerencie. Isto dá diversas das vantagens dos motores de indução: nenhum escova ou comutador não significam uma fabricação mais fácil, um nenhum desgaste, uma nenhuma faísca, uma nenhuma produção do ozônio e umas nenhumas da perda de energia associada com eles. Abaixo da esquerda é um diagrama esquemático de um motor de indução. (Para fotos dos motores de indução reais e dos mais detalhes, veja os motores de indução.)

 

A animação no direito representa um motor da gaiola de esquilo. A gaiola de esquilo tem (nesta geometria simplificada, de qualquer modo!) dois condutores circulares juntados por diversas barras retas. Algumas duas barras e os arcos que se juntarem lhes formulário uma bobina – como indicado pelos traços azuis na animação. (Somente dois de muitos circuitos possíveis foram mostrados, para a simplicidade.)

Este diagrama esquemático sugere porque puderam ser chamados os motores da gaiola de esquilo. A realidade é diferente: para fotos e mais detalhes, veja os motores de indução. O problema com os motores da gaiola da indução e de esquilo mostrados nesta animação é que os capacitores da avaliação do elevado valor e da alta tensão são caros. Uma solução é ‘o motor do polo protegido’, mas seu campo de gerencio tem alguns sentidos onde o torque é pequeno, e tem uma tendência correr para trás sob algumas circunstâncias. A maneira a mais pura de evitar isto é usar os motores múltiplos da fase.

Motores de indução trifásicos da C.A.

A fase monofásica é usada em aplicações domésticas para aplicações da baixa potência mas tem alguns inconvenientes. Um é que desliga 100 por segundo das épocas (você não observa que as luzes fluorescentes cintilam nesta velocidade porque seus olhos são demasiado lentos: mesmo 25 por segundo das imagens na tevê são rapidamente bastante dar a ilusão do movimento contínuo.) O segundo é que o faz inábil para produzir campo magnèticos de gerencio. Por este motivo, alguns diversos quilowatts) dispositivos domésticos do poder superior (podem exigir a instalação trifásica. As aplicações industriais usam trifásico extensivamente, e o motor de indução trifásico é um laborioso padrão para aplicações do poder superior. Os três fios (que não contam a terra) levam três diferenças potenciais possíveis que se realizam fora da fase um com o otro por 120°, segundo as indicações da animação abaixo. Assim três estatores dão um campo lisamente de gerencio. (Veja esta relação para mais sobre a fonte trifásica.)

 

Se um põe um ímã permanente em tal grupo de estatores, transforma-se um motor trifásico síncrono. A animação mostra uma gaiola de esquilo, em que somente um de muitos laços atuais induzidos é mostrado para a simplicidade. Sem a carga mecânica, está girando virtualmente na fase com o campo de gerencio. O rotor não precisa de ser uma gaiola de esquilo: de fato todo o condutor que leve correntes parasitas girará, tendendo a seguir o campo de gerencio. Este arranjo pode dar um motor de indução capaz da eficiência elevada, do poder superior e de torques altos sobre uma escala de taxas da rotação.

 

Motores lineares

Um grupo de bobinas pode ser usado para criar um campo magnético que traduza, um pouco do que gerencie. Os pares de bobinas na animação abaixo são pulsados sobre, da esquerda para a direita, assim que a região de movimentos do campo magnético da esquerda para a direita. Um permanent ou um eletroímã tenderão a seguir o campo. Assim uma laje simples do material de condução, porque as correntes parasitas induzidas nela (não mostrado) compreendem um eletroímã. Alternativamente, nós poderíamos dizer que, da lei de Faraday, um emf na laje do metal está induzido sempre para opor toda a mudança no fluxo magnético, e as forças nas correntes conduzidas por este emf mantêm o fluxo na laje quase constante. (Correntes parasitas não mostradas nesta animação.)
 
 
 
 
 
 

Contacto
Shenzhen Wisdomlong Technology CO.,LTD

Pessoa de Contato: Anna

Telefone: 86-13534205279

Envie sua pergunta diretamente para nós Message not be empty!